sábado, 19 de dezembro de 2009


Senhoras e senhores!

Como parte do nosso plano para dominar o mundo, futebolisticamente, a Duzão & Salgado Entertainment Association presenteia-os com o décimo primeiro episódio de ZortCast, um podcast sem sentido mas com conteúdo! Nele, Duzão, Carioca & Joey Salgado conversam sobre os jogos, times, jogadores e fatores extracampo que fizeram com que o Campeonato Brasileiro 2009 tivesse uma das decisões de campeonato mais indecisas da história do futebol!

Para conferir os post completo clique aqui e entre no Blog do ZortCast!


sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Hohoho... Feliz Natal!!!

Desculpem-me leitores deste blog que passou a última semana as moscas, como esta é praticamente a última semana de trabalho para valer em quase todo território nacional, minha semana não tem sido menos atribulada do que a de muitos de vocês.

Nunca fui muito chegado a declarações públicas de afeto nessa época do ano, quando todo mundo tenta fingir que não guarda raiva e rancor de ninguém e quer ser amigo de todo mundo. Ainda assim, com muita sinceridade, dedicarei este post único da semana para fazer um agradecimento a todos aqueles que fizeram parte deste ano de 2009, seja on-line, via blog e ZortCast, seja pessoalmente. A cada ano que passa tenho conseguido colocar mais informação dentro desta página e tenho tido um aumento considerável de leitores. Ano que vem quero passar dos 100 textos/vídeos/fotos. Prometo que conseguirei.

De resto também agradeço a todos grandes amigos que tenho nessa vida. Meu irmão Joey Salgado, Srª Salgado, mamãe e papai (hehehe), Carioca, Rodolfo, Tábata, Deb, Buba, Guaxupé, Paty, Marcelo, Mari, Adriana, Marin, Daiane, Victor, Caio, Gisele, Tadashi, Simone, Humberto Domiciano, Kurazumi, Marcelinho e por ai vai, uma lista sem fim de pessoas que realmente já fazem parte da minha história. Sem vocês os porres de cerveja e whisky teriam sido extremamente decepcionantes e sem graça.

Que ano que vem, todos vocês continuem fazendo parte desse ciclo de amizades on-line e ao vivo.

A vocês, um curta muito foda, da Pixar, que passou antes do “Up! Altas Aventuras”, quando estava em cartaz!

Ah sim! Amanhã, em alguma hora do dia, tem ZortCast novo!


Pixar Short - Partly Cloudy 2009 from Crespo on Vimeo.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

A década em 10 álbuns...


É isso ai pessoas, estamos a exatas duas semanas daquele dia feliz que é o Natal, e ai surge àquela dúvida cruel: “que presente eu posso dar praquele roqueiro?”. Bom, é pra isso que resolvi hoje, aqui no meu blog, selecionar os 10 melhores álbuns de Rock and Roll, Heavy Metal, Hard Rock, Blues e por ai vai, dos últimos 10 anos.

Os critérios utilizados são simples, é aquilo que eu escutei e no momento seguinte disse: “Pqp! Como esse álbum é f#da demais!!!”. E, e caso de dúvida entre um ou outro, aquele que detêm melhores detalhes técnicos, sonoros e outros detalhes musicais que pareçam importantes na hora de escolher o Top 10 (2000 – 2009).

Segue a lista!

1 – “Black Ice” – AC/DC (2008) – A banda dos irmãos Young volta a ativa depois de oito anos com um dos melhores álbuns da história do Rock. Digno de uma boa posição em qualquer lista de melhores álbuns de todos os tempos do estilo, não poderia ter outra posição que não fosse o 1º lugar. Destaque para: “Rock and Roll Train” e “Anything Goes”

2 – “Death Magnetic” – Metallica (2008) – De volta as origens, o Metallica mostra mais um vez o por que podem ser considerados a maior banda de Heavy Metal de todos os tempos. Riffs poderosos e muito mais maduros, é o grande álbum deles desde o “Black” álbum. Destaque para: “Broken, Beat and Scared” e “All Nightmare Long”.

3 – “Raising Sand” – Robert Plant e Alison Krauss (2007) – Em um disco totalmente experimental, Robert Plant mostra toda a sua versatilidade. Puxando muito mais para o folk, em companhia da cantora Alison Krauss, o disco é uma ótima pedida para quem está afim admirar os detlahes de uma música. Destaque para: “Gone, gone, gone” e "Rich Woman"

4 – “Bananas” – Deep Purple (2001) – Muita gente vai reclamar desse, mas para mim o esse disco supera e muito o “Rapture of the Deep”, lançado em 2006. O primeiro disco da banda desde a década de 80, não podia ser menos impactante que esse. Superando todas as espectativas após a saída de John Lord, que comandou os teclados da banda desde o primeiro ensaio dos caras. Destaque para: “Haunted” e “House of Pain”.

5 – “Youth and Young Manhood” – King of Leon (2003) – Os texanos do rock não podiam estar for a desta lista. Eles são, com certeza, um dos grandes destaques da nova geração da música. Com muitas influências dp Hard Rock e da música da terra natal dos caras. Destaque para: "Red Morning Light" e "Molly's Chambers".

6 - “Black Clouds & Silver Linings” – Dream Theater (2009) – A turma dos gênios do Metal Progressivo ganha seu lugar por mais um trabalho impecável. BC&SL é um disco muito bem produzido, com todos os estereótipos que os fãs da banda podem esperar. Se não ganha top 5 na histórias deles, é com certeza o melhor álbum do Dream na década. Destaque para: "The Shattered Fortress" e "The Best of Times".

7 - “Wolfmother” – Wolfmother (2005) – Disco de estréia do Power Trio, os australianos não decepcionaram seus antepassados musicais e demonstraram potencial para serem uma das maiores bandas da história. A banda se separou por um curto espaço de tempo, mas voltou a ativa neste ano, com o disco “Cosmic Egg”, sem o mesmo impacto que o disco homônimo. Destaque para: “Woman” e “Joker & the Thief”

8 – “Room on Fire” – The Strokes (2003) – Uma das grandes bandas de Rock que surgiram na virada do século. Apesar de não ter tido o mesmo impacto de “Is This It”, lançado em 2001, o terceiro disco da banda contém as melhores composições dos caras. Um álbum para se guardar, já que os rumores de que a banda voltaria a gravar junto não são convincentes o suficiente. Destaque para: “Reptilia” e “12:51”.

9 – “Permission to Land” – The Darkness (2003) – A banda inglesa mais irreverente dos últimos anos fez sua primeira aparição de forma despretensiosa em um festival no interior da ilha da rainha. A partir daí, ninguém mais segurou os irmão Hawkins. Ou melhor, apenas uma coisa, Justin Hawkins, abandonou os vocais após o lançamento de “One way ticket to hell... and back”. Ele precisou se internar em uma clínica de reabilitação para curar seu vício em cocaína e outras drogas. Dois bons álbuns, mas fico com o primeiro. Destaque para: “I believe in a thing called” e “Friday Night”

10 – “Ventura” – Los Hermanos (2003) – Representante brasileiro da minha lista, o terceiro disco dos cariocas me chamou atenção para um novo núcleo musical nacional. O mérito deles foi de reinventar seu som a cada disco lançado. Foi a única banda brasileira em que compareci em 5 shows toda minha vida, inclusive, é a banda que mais shows eu vi e me orgulho disso. Destaque para: “O vencedor” e “Deixa o Verão”.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Marionetes, mil vezes melhores que animações 3D (4)

Chegamos a metade de mais uma semana de trabalho e muita chuva. Para tentar alegrar um pouco a vida de todos, resolvi procurar três vídeios muito bons dos nossos queridos “Muppets”. Mais uma vez, como já mostrei outras tantas, a interação e o realismo desses bonecos sempre convencem de que bonecos são muito mais legais do que animações 3D. Que apesar de serem incrivelmente bem feitos e reais, não transmitem o mesmo carisma que Caco, Gonzo, animal e companhia conseguem.

O primeiro vídeo é um clipe da música Keep Fishin’, da banda Weezer, que particularmente gosto muito do som, apesar de não ser grande fã dos caras. O segundo vídeo, seguindo a febre “internética” de músicas de um homem só, um bom Ode a alegria. E por fim, uma batalha entre dois dos bateristas mais influentes da década de 1970. De um lado, Animal, o boneco mais sem noção da história, do outro lado, Buddy Rich que tocou com figuras como Nat King Cole, Ella Fitzgerald, Gene Krupa e Louis Armstrong. Muito bom mesmo.

Keep Fishin’ – Weezer



Ode to joy


The Muppet Show - Buddy Rich vs Animal Drum Battle

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Resumo da Semana (16)


E finalmente chegamos ao final da peleja que é ao Campeonato Brasileiro, e os cariocas fizeram a festa no segundo semestre. Vasco venceu a Série B, o Mengo a Série A e o Botafogo e o Flu conseguiram se salvar. Enquanto isso o Estado de São Paulo teve de se contentar com o terceiro lugar do Tricolor paulista e a besteirada que o Palmeiras fez na última rodada. Parabéns para o rubro-negro, que volta a ser campeão brasileiro após 17 anos sem vencer um campeonato.


No resumo da semana, começamos com a triste notícia da morte do locutor mais famoso da TV brasileira, Lombardi, morreu na última quinta-feira, ao 60 anos. Um dos homens mais importantes na história do executivo Silvio Santos. Um homem que cativou o público mesmo sem ter mostrado o rosto por muitos anos. Uma pessoa que quem trabalhou em companhia dele, sempre ressaltou a bondade e o caráter do locutor. Quem viu este profissional em ação nunca mais esquecerá.

O lance do dinheiro na meia e na cuca, envolvendo o (ex)governador do Distrito Federal continua dando o que falar e o Democratas já pulou fora do barco antes que o bicho pegue. Seis partidos já retiraram seus cargos e acabar com o apoio ao governo Arruda. São eles PMDB, PPS, PSDB, PSB, PDT e PV.

No entretenimento, a série “Monk” bateu o recorde de audiência na transmissão do último episódio de sua história. Transmitida pela Universal Channel no Brasil e pela USA Network no EUA, registrou uma audiência de pouco mais de 9,4 milhões de telespectadores. Mais de 200 mil espectadores acima do recorde de “The Closer”, exibido pela TNT.

Esse final de ano ta fazendo mal pra essa minha coluna. Parece que ta todo mundo entrando em ritmo de férias... que saco...

Sem mais por hoje!

sábado, 5 de dezembro de 2009

ZortCast#10 - Untitled: um ZortCast sem título


Senhoras e senhores!

Como parte do nosso plano para dominar o mundo, cinematograficamente, a Duzão & Salgado Entertainment Association presenteia-os com o décimo episódio de ZortCast, um podcast sem sentido mas com conteúdo! Nele, Duzão & Joey Salgado comentam os dez filmes, ou franquias, considerados indispensáveis na coleção de qualquer amante da sétima arte!

Neste episódio, entenda porque Kowalski rumou de forma incorruptível contra o sistema, saiba que Rocky é tudo menos um personagem fictício, aprenda a observar e pensar como Anton Chigurh antes de invadir um quarto de hotel, veja que a união de Titãs garantiu a derrota de preconceitos, ouça o Stillwater representar os sentimentos de toda uma geração movida a música, deixe a Dra. Sattler acabar com a ilusão de controle enquanto a Industrial Light & Magic e a Stan Winston Studios revolucionavam a indústria dos efeitos especiais, aprenda a história misteriosa de John Murdock juntamente com o ator que o representava, torne-se um verdadeiro poeta com o Prof. Keating, veja que a vingança toma outras proporções nas mãos de Charles Bronson e aprenda a se despedir com o T-800.

Títulos abordados:
(1) Vanishing point / Corrida contra o destino, 1971 (link).
(2) Rocky - franquia (link).
(3) No country for old men / Onde os fracos não tem vez, 2007 (link).
(4) Remember the Titans / Duelo de Titãs, 2000.
(5) Almost famous / Quase famosos, 2000 (link).
(6) Jurassic Park - franquia (link).
(7) Dark city / Cidade das sombras, 1998.
(8) Dead poets society / Sociedade dos poetas mortos, 1989 (link).
(9) C'era una volta il West / Era uma vez no oeste, 1968 (link).
(10) Exterminador do futuro - franquia (links 1, 2, 3).


Tempo de duração: 86 min.


Ouça agora com o player abaixo, ou faça o download do episódio!



Notícias da quinzena:
- Ladrão fanfarrão se dá mal.
- Sexy demais para ser exibida.
- Porco, literalmente.


Dica da vez:
- MyOneThousandMovies, um dos mais sensacionais blogs de cinema da atualidade!


Comentários, críticas, contribuições & pitacos: zortcast@gmail.com.


ATENÇÃO: o episódio possui linguagem que pode ser considerada inapropriada e/ou ofensiva para algumas pessoas, tornando-o desaconselhável para moralistas e/ou menores de idade. Não diga que não avisamos!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Oitavas de final, ai vamos nós...


Eis que sabemos finalmente com quais times iremos jogar na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, aquela mesmo, que “fica logo ali”. Eis que escuto alguém se pronunciar ao meu lado. “Nossa, finalmente, o Brasil pegou um grupo difícil na 1ª fase”. Bom, cá entre nós Coréia do Norte e Costa do Marfim não pode meter medo na seleção brasileira de futebol, de vôlei, de peteca, de futsal, handebol, bafo e qualquer outro esporte que se preze, ou não.

Fora Portugal, com Cristiano Ronaldo, e o Didier Drogba – sem a seleção dele – nada mais poderia meter medo no selecionado canarinho. É obrigação do Brasil, passar dessa fase como líder. Temos sim o maldito complexo de cachorro viralata. Prova disso é que o discurso dos jogadores brasileiros quando conquistam o título. “Ah, nunca ninguém acreditou na gente... Nos calamos a boca dos críticos...” e por ai vai. Maldito seja o cara que criou o discurso pronto no Brasil.

Sim, este grupo G, é mais forte que todos os outros grupos que o Brasil enfrentou desde 1994. Ainda assim, está longe de ser capaz de tirar os nossos compatriotas da próxima fase da competição.

O grupo da morte será o grupo A, que terá África do Sul, México, Uruguai e França. Conhecendo a politicagem da época de copas, dificilmente a os donos da casa saem na primeira fase. A luta ficará mesmo pela última vaga, que em minha opinião, deve ficar com o Uruguai.

Essa, definitivamente, não será uma copa de surpresas.


Foto: terra.com.br

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Duzão agora também está no Boteco!


É com muito prazer que anuncio que a partir de hoje, me torno colaborador do grandioso blog “Boteco Esportivo”. Recentemente criado pelos meus amigos e competentes jornalistas Beto Fernandes e Matheus Adami, este último com quem tive o agradável (des)prazer de trabalhar em diversas oportunidades anteriores, o blog não teria outro conteúdo que não esportes de todos os tipos.

Assim como os dois, lá, discorrerei sobre os mais diversos tipos de acontecimentos e afins. Lógico, que o assunto predominante é o futebol, queria o que? Vôlei?! De minha parte, também esperem posts inusitados sobre futebol americano, natação, rúgbi, automobilismo, dentre outras coisas.

Dentro em breve, estará no ar minha primeira colaboração. Até lá, curtam o que os Beto e Matheus já escreveram sobre, clicando aqui.